Seguidores

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

UMA CONTAGEM DE CADÁVERES

UMA CONTAGEM DE CADÁVERES
Ralph J. Hofmann
Li ontem à noite o livro “Três Semanas com Meu Irmão” de Nicholas e Micah Sparks. No decorrer de uma volta ao mundo visitando monumentos antigos que durou três semanas os irmãos Sparks tiveram a oportunidade de visitar o Camboja quando além de conhecer as ruínas da AngKor Wat fizeram a peregrinagem dos museus e cemitérios em massa dos aproximadamente dois milhões e meio de pessoas friamente assassinadas por ordem de Pol Pot do Khmer Vermelho, em seu intuito de devolver o país a uma sociedade de moldes antigos em que a modernidade se resumiria às armas para manter submissa a população. Isto tudo em nome de uma sociedade igualitária comunista.
Por acaso hoje me caiu na mão uma listagem de morticínios através das últimas décadas. É altamente reveladora.
País
Período
Mortos (000)
China
1949-76
40.000
Bloco Soviétido
1950-53 (Fim do stalinismo)
10.000
Etiópia
1962-92
 4.000
Zaire
67-68; 77-78; 98 até o presente
 3.800
Sudão
66-72; 83-2006 (Guerra Civil, Genocídios)
 1.900
Afeganistão
Soviéticos e Talibãs  80-2001
 1.800
Paquistão e Bangladesh
1971
 1.250
Moçambique
64-70
Após Portugueses 76-92
       30
 1.070
Irã-Iraque (Guerra)
1980-88
 1.000

Ruanda (Genocídio)
1994
     900

Argélia
Contra França 54-626
Islamistas X Governo 91-2006
     675

     200

Uganda
71-79; 81-85, 94 até o presente

     850

Indonésia
Contra várias etnias de
1965 até o presente

      650



A lista é bem mais longa e não contém estimativas para as crises entre sérvios e croatas na antiga Iugoslávia que sabemos  ter uma contagem de mortos  extremamente altas.
Todos os conflitos acima recebem pouquíssima atenção das Nações Unidas. Contudo mais da metade do total das resoluções das Nações Unidas são de censura a Israel, não raro aprovadas por muitos dos países que tem alegremente promovido massacres.
Por outro lado vejam os números do conflito árabe-israelense. De 1950 até o presente houve 51 mil fatalidades 32 mil devido a ataques de  estados árabes e 19,5 mil devido a ataques de terroristas. As baixas árabes nesses ataques somam 32 mil e as israelenses 16 mil.
Devemos considerar se as Nações Unidas ainda são de alguma serventia.  Com a situação atual  os loucos tomaram conta do hospício.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe squi seu recado.
Agradecemos sua visita.
esperamos ter ajudado
Envie o seu trabalho para postarmos no blog
Obrigada pela visita